O mínimo que você precisa saber sobre como iluminar a casa

O mínimo que você precisa saber sobre como iluminar a casa

A iluminação, além de decorar e acentuar a beleza de qualquer espaço, está diretamente ligada à qualidade de vida. A temperatura de cor, um dos pontos mais importantes da iluminação, pode transmitir equilíbrio, concentração, disposição ou aconchego.

Instintivamente, o ser humano é guiado por estímulos visuais, variando sua disposição de acordo com o ciclo dia e noite, desde o momento que acorda até o período noturno. Acompanhando nosso ciclo diário, a iluminação natural varia a temperatura de cor:

No início do dia, quando temos um período mais calmo, a iluminação tem temperatura de cor mais baixa, na faixa de 3000K (avermelhado). Por volta do meio dia, a temperatura é mais alta, na faixa de 5000K (branco), onde devemos estar no auge de nossas atividades. Ao anoitecer, quando o nível de luz começa a baixar, entramos novamente num período de menos atividade até o repouso.

A mesma lógica deve ser utilizada para planejar a iluminação de um ambiente. Qual a prioridade do ambiente? Relaxamento ou atenção? Analisando esses pontos, descubra como iluminar a casa da maneira correta!

 

A temperatura de cor

temperatura-de-cor

A escolha da tonalidade da cor da luz que a lâmpada emite é muito importante para criar o ambiente que você deseja.

Você encontra nas embalagens das lâmpadas a indicação da “temperatura de cor”,  expressa em graus Kelvin (K), que  varia de 2700K (luz suave, amarelada, quente) a 6500K (luz clara, azulada, fria).

As lâmpadas que emitem uma luz mais “amarelada”,  também chamadas de Luz Suave ou Luz “Quente”, tornam os ambientes mais aconchegantes, seguros e relaxantes.

As lâmpadas que emitem luz mais “azulada” também chamadas de Luz Clara, “Luz Fria” ou “Luz do Dia”, tornam os ambientes mais estimulantes e energizantes.

 

Como iluminar cada ambiente da casa

 

Quarto

iluminacao-do-quarto

O quarto é o ambiente em que mais se precisa de relaxamento, em nome do bom sono.

A luz geral pode vir em forma de lustre ou plafon, mas o ideal é que tenha a luz de cor amarela (2.700K), que vai deixar seu cérebro mais preparado para o descanso.

O uso de abajures ou luminárias articuladas na cabeceira da cama, além de gerar efeito decorativo, beneficia quem gosta de ler um livro e não atrapalha quem dorme ao lado.

Caso haja uma escrivaninha no quarto, utilize luminárias de mesa, com a luz fria.

Se no cômodo houver um espelho, é necessária uma fonte de luz que lhe permita enxergar bem, para fazer a barba ou a maquiagem, por exemplo. Nestes casos, spots, arandelas ou luzes de “camarim” são ótimas e, se você precisa de fidelidade de cores ao realizar estas atividades, uma lâmpada Philips, cujo IRC seja superior ou igual a 80, seria a ideal.

 

Escritório

iluminacao-do-escritorio

Quem tem um escritório em casa não pode perder produtividade por falta ou excesso de luz. Por isso, utilizar luz geral e ter uma luminária ou spot focados na mesa de trabalho garantem boa visibilidade sem pecar. A luz, tanto para a iluminação geral quanto nas luminárias, deve ser estimulante, portanto, brancas (6.500K), com IRC igual ou acima de 80.

 

Sala de Estar

iluminacao-da-sala-de-estar

Na sala de estar use lâmpadas de temperatura de cor amarela (2.700K), que são mais relaxantes. É o lugar perfeito para ter iluminação indireta em sancas, lustres e spots, mas observe com cuidado os locais que esses pontos iluminam, já que em cima do sofá pode causar desconforto a quem estiver sentado. Neste caso, elas devem ter ligações independentes, para você poder baixar a luz naquele filminho com pipoca…

 

Sala de jantar

iluminacao-da-sala-de-jantar

Sobre a mesa de jantar ou em uma sala dedicada, os pendentes devem ser estar distantes 60 cm do tampo da mesa e, caso a mesa seja muito grande, pode haver mais de um pendente. A lâmpada deve proporcionar conforto, portanto, o ideal é que seja amarela (2.700K), que ressalta o aspecto de cores quentes, tornando os alimentos ainda mais apetitosos.

 

Cozinha

iluminacao-da-cozinha

A cozinha é um dos locais que mais necessitam de uma boa iluminação, principalmente por ser um lugar da casa que exige muito da nossa criatividade. A visibilidade geral é importante, mas como é preciso enxergar bem os alimentos e evitar acidentes, uma boa pedida é ter pendentes ou spots sobre a bancada de trabalho, com lâmpadas de temperatura de cor branca (6.500k).

 

Banheiro

iluminacao-do-banheiro

No banheiro, local onde se executam tarefas práticas, como barbear, maquiar ou depilar, costuma-se usar lâmpadas neutras de 4.000 K ou branco-azuladas de 6.000 K, com IRC maior ou igual a 80, para melhor nitidez dos detalhes e fidelizar as cores nestas tarefas. Porém, nada impede, por exemplo, o emprego de uma lâmpada amarelada (2.700 K) se a ideia for ter uma área de banho aconchegante. Clique aqui e saiba mais sobre como iluminar o banheiro.

 

Combine a iluminação geral e a iluminação dirigida

O importante para criar um ambiente com a iluminação mais agradável possível e adequada à sua funcionalidade é combinar a iluminação geral e a iluminação dirigida de destaque com lâmpadas com a mesma temperatura de cor e com boa reprodução de cores, instaladas em luminárias que combinem com a decoração, criando uma harmonia no ambiente.

Uma boa iluminação pode mudar completamente o ambiente e torná-lo muito mais agradável e convidativo, decorando e destacando o mobiliário e arquitetura.

 

Dúvidas? Entre em contato com a Multfer!

Além de oferecer todos os materiais, podemos lhe auxiliar a escolher os produtos certos para cômodo de sua casa, garantindo conforto visual, funcionalidade e economia.